Novo Código Fiscal eleva o custo de emissão de notas

As empresas vão começar o ano com um custo a mais: está sendo divulgada a tabela do novo Código Fiscal de Operações e Prestações (CFOP), que a partir de 1º de janeiro ganhará um novo dígito.

A mudança significa que todas as empresas que compram, vendem e industrializam mercadorias e matérias-primas, ou prestam serviços tributados pelo Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) deverão atualizar seus sistemas (portanto, terão custos) para emitir notas fiscais. Quem não atualizar seu cadastro ficará sujeito a multas que chegam a 50% do valor da nota fiscal emitida.

A multa mínima é de 1% do valor da operação.