A responsabilidade social e o consumidor

Para o consumidor brasileiro a empresa socialmente responsável deve, em suas atividades, fazer muito mais que apenas cumprir as exigências legais. Ela deve ter um comportamento ético e ajudar a construir uma sociedade melhor. E isso vale para todos os públicos com os quais a empresa se relaciona: ela deve zelar pela saúde e segurança de seus funcionários, ser transparente e respeitar os direitos dos consumidores, não prejudicar o meio ambiente, estimular a cidadania das comunidades, manter relações éticas com governo e sindicatos, e divulgar os meios que utilizam para serem socialmente responsáveis.

Isso é, pelo menos, o que pensa a grande maioria dos brasileiros entrevistados na pesquisa Responsabilidade Social das Empresas – Percepção do Consumidor Brasileiro, versão 2002. O levantamento, realizado pelo Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, em parceria com a Indicator Pesquisa de Mercado, faz parte de um estudo global desenvolvido em mais de 20 países pelo instituto canadense Environics International Ltda., que vem sendo aplicado anualmente, desde 2000. Em sua terceira edição consecutiva, já é uma importante fonte de informações para balizar o nível de percepção do consumidor brasileiro frente aos conceitos e práticas da responsabilidade social empresarial.

Esta pesquisa demonstra que os consumidores já estão mais conscientes de que a responsabilidade social é mais que uma ação filantrópica, e que as empresas devem incorporá-la à gestão dos negócios envolvendo todas as suas práticas.

Oded Grajew (Valor Econômico – 20.08.02)