3 Passos para uma gestão do estoque mais eficaz

gestão-do-estoqueControlar as entradas de materiais é passo fundamental para uma Gestão de Estoque eficaz.

Na teoria este processo é mais que evidente e parece muito simples. No entanto, no dia a dia sentimos algumas dificuldades.

Sendo assim, uma gestão efetiva que alinhe o acompanhamento e recebimento dos materiais de forma sistematizada pode trazer alguns benefícios, entre eles:

  • Conhecer melhor as demandas de produtos;
  • Manter o estoque a níveis mais econômicos;
  • Possibilitar a idade média da estocagem;
  • Apoiar o ciclo operacional;
  • Favorecer o capital de giro da empresa.

Evidentemente que há muito outros benefícios além destes listados e isso vai depender do segmento e negócio específicos. E acontece que novamente nos deparamos com a questão: a prática é diferente da teoria.

Uma das sugestões é aplicar 3 passos que podem promover uma gestão mais eficaz do acompanhamento do estoque:

1 – Controlar física e financeiramente as movimentações

O acompanhamento dos recebimentos de materiais é vital para a saúde da empresa, pois ao conhecermos melhor a demanda podemos adequar melhor os processos de produção e de vendas, assim como apurar quanto de retorno financeiro estamos gerando.É sabido que o acompanhamento deve ser realizado em todo e qualquer produto que pertença ao negócio em si, isto é, matérias-primas, mercadorias produzidas ou vendidas, independente do segmento ser comércio ou indústria.

2 – Classificar os materiais

Padronizar para que a identificação fique clara e, por consequência, o controle dos materiais seja efetivo. É fundamental que a identificação dos materiais e/ou produtos estejam sempre de acordo com as normatizações da empresa e/ou negócio.

3 – Integrar de forma sistematizada

A integração dos processos de compra, vendas, estoque e produção é tão importante quanto a identificação de fornecedores que acabam por atrasar, ou mesmo, não entregar as mercadorias que foram solicitadas.

Entenda:

Podemos exemplificar esse tipo de situação quando temos um gestor ou operador que necessita controlar o recebimento, armazenagem e até as saídas do estoque. Controlar todas as movimentações ocorridas no estoque da empresa está entre as atividades mais importantes desse profissional. E as maiores preocupações estão em eliminar o retrabalho e aumentar a eficiência dos registros dos materiais.

Este operador deve entender das necessidades fiscais que implicam cada movimentação dos itens, tais como as transferências entre filiais, vendas, simples remessa ou outros tipos de operação. Tudo seguindo uma padronização.

O que pode ocorrer (saindo da teoria) é, ter sido feita uma solicitação de um material para uma determinada venda específica. E dentre as várias atribuições do operador estão diversos outros pedidos (talvez nem tão urgentes). No entanto, esse material acabou por não chegar à data prevista e o operador não se deu conta. Isso gerou um atraso na entrega do produto ao cliente final, que por sua vez ficou insatisfeito e acabou comprando de outra empresa.

Este problema poderia ter sido evitado caso o operador tivesse se atentado do atraso da mercadoria e, consequentemente, avisado o cliente final antes mesmo de esgotar o prazo. Infelizmente, algo aparentemente tão simples pode causar grandes danos e prejuízos à empresa.

Oriente para uma gestão do estoque eficaz

Orientar este operador para que priorize os pedidos exclusivos é uma maneira de abordar este caso, porém, isto pode ocorrer novamente no futuro. Uma maneira de se evitar este tipo de problema seria utilizar um sistema de Gestão de Compras, ou melhor ainda, um Sistema de Gestão Empresarial, que pudesse auxiliar na hora de acompanhar a gestão logística de materiais abrangendo ferramentas para integrar processos de controle e gestão de Estoques e Compras, tais como, endereçamento, armazenagem, inventário, MRP, requisições, solicitação de compras, cotações, orçamentos, ordens de compras, contratos, recebimentos, registro de entradas, entre outros.

download-ebook-compras-estrategicas