WK Sistemas participa da Semana da Indústria 2014

A Semana da Indústria Eletro-Metal-Mecânica de Blumenau e Pomerode 2014, ocorrida de 15 a 18 de Setembro, na Artsul Centro de Eventos, em Blumenau/SC, e realizada pelo SIMMMEB (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Blumenau e Pomerode) reuniu empresários e profissionais da indústria.
 
O evento foi marcado por um Painel de Debates com a participação de Moacir Pereira, que abordou as questões políticas e os reflexos que os desdobramentos destas eleições poderão trazer para a economia brasileira. O Gerente Executivo de Planejamento da FIESC, Carlos Henrique R. Fonseca, apresentou um estudo elaborado pela FIESC, sobre os principais desafios e tendências para o Setor Eletro-metal-mecânico até 2022. O debatedor Elcio de Souza, professor universitário e consultor de empresas, abordou a necessidade do planejamento em meio às incertezas e crises.
 
Também marcaram presença, o Presidente do Conselho de Administração da Mueller Fogões, Adalberto Roeder, que falou sobre os desafios de crescer em meio a crises, o Diretor Presidente da Altona, Cacídio Girardi, que explanou sobre os desafios do aumento da produtividade da indústria e o Presidente da Baumgarten Gráfica, Ronaldo Baumgarten Jr., que abordou os desafios da internacionalização da indústria brasileira.
 
Estiverem presentes no evento, o Diretor Presidente da WK Sistemas, Werner Keske, a Diretora Administrativa Financeira, Maria Ignêz Keske e o Analista de TI, Wilson Keske.
 
Os presidentes das grandes empresas da nossa região, Mueller Fogões, Altona e Baumgarten Gráfica apresentaram de maneira muito clara e convincente como o setor tem confrontado os desafios para se manterem no mercado, desde os problemas de infraestrutura para escoar a produção até um sistema tributário abusivo que inviabiliza investimentos mais interessantes, como em qualificação de mão de obra, pesquisa e no próprio processo produtivo”, destaca Maria Ignêz.
 
É impressionante constatarmos que a indústria brasileira vivencia todos os dias grandes dificuldades em relação a baixa produtividade, que temos muitos problemas relacionados ao retrabalho, a mão de obra desqualificada e que todos estes ‘entraves’ acabam gerando um custo altíssimo para toda a cadeia produtiva e, obviamente, para o consumidor final. O evento, sem dúvida, nos convida à reflexão. Saímos deste seminário ainda mais convencidos do grande papel que as indústrias desempenham no desenvolvimento da nação”, finaliza.