Suporte do Windows XP termina em 8 de Abril

Em 8 de abril de 2014, o suporte e as atualizações do Windows XP não estarão mais disponíveis. Não deixe seu computador desprotegido. 

O que significa o fim do suporte ao Windows XP?

A Microsoft ofereceu suporte ao Windows XP durante os últimos 12 anos. Mas agora, junto com novos parceiros de hardware e software, investirá em tecnologias mais recentes.

Por isso, após 8 de abril de 2014, não haverá mais assistência técnica para o Windows XP, nem mesmo atualizações automáticas que ajudam a proteger o computador. A Microsoft também não oferecerá mais o Microsoft Security Essentials para download no Windows XP após essa data. Se o Microsoft Security Essentials já estiver instalado, você continuará a receber atualizações de assinaturas antimalware por tempo limitado; porém, isso não significa que seu computador estará seguro, pois a Microsoft não fornecerá mais atualizações de segurança para protegê-lo.

Se você continuar com o Windows XP após o término do suporte, seu computador continuará funcionando, mas poderá ficar vulnerável a vírus e a riscos de segurança. Além disso, à medida que mais fabricantes de software e hardware continuarem otimizando para versões mais recentes do Windows, você encontrará um grande número de aplicativos e dispositivos que não funcionarão com o Windows XP.

Para se proteger após o término do suporte, você terá duas opções:

  • Atualizar seu computador
Muito poucos computadores mais antigos conseguirão executar o Windows 8.1, que é a versão mais recente do Windows. É recomendável que você baixe e execute o Assistente de Atualização do Windows para verificar se o computador cumpre com os requisitos do sistema do Windows 8.1 e, em seguida, caso seja possível, seguir as etapas do tutorial para atualizá-lo.
  • Comprar um novo computador
Se o seu computador atual não pode executar o Windows 8.1, talvez seja a hora de comprar um novo. Os computadores estão mais eficientes, leves e estilosos do que antes, e com uma média de preço consideravelmente inferior do que a média de 10 anos atrás.
 
Fonte: Microsoft.