Sete dicas de negócio para sua empresa crescer de maneira sustentável

Abrir uma empresa não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Exige muito planejamento e, principalmente, conhecimento em diversas áreas para ter um bom desempenho. No entanto, a falta de informação e a deficiência na gestão são alguns dos fatores determinantes que fazem com que muitos empreendedores fechem as portas muito cedo. De acordo com um relatório do Sebrae do ano passado, 23,4% não sobrevivem aos dois primeiros anos e cerca de 60% encerram as atividades depois de cinco anos de existência. Para que nada disso aconteça com você, é preciso estar muito bem preparado. Por isso, nós elencamos sete dicas de negócio essenciais para você colocar em prática agora mesmo e fazer sua empresa crescer de maneira sustentável. Acompanhe!

1. Busque por capacitação

Recentemente, o Governo Federal, com o intuito de fomentar a economia e apoiar os micros e pequenos empresários, divulgou algumas ações com o objetivo de capacitar novos empreendedores. A ideia consiste em fazer parcerias com universidades e oferecer cursos relacionados à administração de empresas a esses novos empresários. De acordo com a Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa (Sempe), a expectativa é contar com a adesão de mais de 500 instituições de ensino superior e, até 2018, capacitar mais de 100 mil empreendedores. Então, que tal se informar se alguma universidade da sua cidade faz parte do Programa de Capacitação Empresarial e ampliar os seus conhecimentos também?

2. Planeje-se

O planejamento é o melhor amigo do empreendedor, portanto, antes de colocar qualquer iniciativa em prática, inclusive abrir o seu negócio, faça um bom planejamento. É ele que vai direcionar toda a trajetória da sua empresa. Por isso, é muito importante definir objetivos e estratégias claras para que ao longo do tempo você possa medir os resultados e, assim, ir se adaptando aos cenários e crescendo de maneira sustentável.

3. Separe as finanças pessoais das empresariais

Muitas vezes, por causa de apertos financeiros ou pura desorganização, o dono do negócio acaba usando o dinheiro da empresa para pagar despesas pessoais ou vice-versa. Porém, esse erro comum pode definir o sucesso ou o fracasso do negócio. Desse modo, é essencial que você fixe uma retirada mensal dos ganhos para ser o seu pró-labore, pague todas as despesas, como salários de funcionários, fornecedores, água e luz, e reinvista o restante dos lucros para estimular o crescimento da sua empresa.

4. Conheça seus clientes

Ter informações sobre o tamanho do seu público-alvo e as preferências dele não é o suficiente para garantir o sucesso do seu negócio. É preciso conhecer profundamente os seus clientes e entender seus hábitos, comportamento e rotina para atingi-los com precisão e de maneira qualificada. Isso porque essas informações permitem que você personalize seus produtos ou serviços, conquistando os consumidores com mais facilidade. Afinal, o cliente é a alma do negócio e merece ter toda a atenção sobre suas demandas, não é verdade?

5. Adote estratégias de comunicação

Sabe aquela frase famosa, do grande comunicador Chacrinha, que diz que “quem não se comunica, se trumbica”? Então, não poderia ser mais verdadeira! Seja qual for o tamanho da sua empresa, é imprescindível desenvolver estratégias de comunicação, a fim de dialogar de modo assertivo com o seu público-alvo. Enviar uma newsletter para o e-mail dos clientes informando sobre novidades e promoções, por exemplo, é uma forma bastante eficaz de informá-los. As redes sociais também podem ser um canal eficiente para gerar aproximação e interação com eles. Os meios de comunicação são variados, basta você encontrar aquele que mais traz resultados para a sua empresa e usar a criatividade para criar um relacionamento duradouro com os seus consumidores.

6. Saiba negociar

Muitos empreendedores acham que o fato de cortar gastos e economizar ao máximo faz a empresa obter sucesso. No entanto, é preciso entender que isso não é garantia de nada, até porque pode impactar na qualidade do produto ou serviço que é oferecido e, dessa forma, não agradar o público-alvo. O mais indicado, então, é manter o fluxo de caixa em dia e desenvolver estratégias que permitam aproveitar melhor os recursos e negociar com os fornecedores. Por exemplo: planejando bem as suas compras e alinhando com seu financeiro, é possível fazer grandes aquisições com pagamento à vista, o que, em longo prazo, pode significar custos menores na hora de repor o estoque e lucros mais altos no momento das vendas.

7. Conte com a ajuda de um software de gestão empresarial

Para colocar tudo o que falamos até aqui em prática, é essencial contar com a ajuda de um software de gestão empresarial (ERP). Isso porque essa ferramenta dá a você total apoio no que se refere à administração do seu negócio. Uma boa alternativa para quem está começando é o ERP Lite Free Plus, da WK Sistemas. O sistema, direcionado à gestão de micro e pequenas empresas, visa proporcionar redução de custos com controles operacionais e gerenciais e com atendimento à legislação. Ou seja, por meio dele você pode administrar todo o seu financeiro, estoque e comercial também. Além disso, você pode ver a situação de cada pedido e emitir notas fiscais, tudo sem nenhum custo de adesão. É isso mesmo, a solução é gratuita!

Agora, que tal implementar nossas dicas de negócio no seu dia a dia e garantir o melhor desempenho para a sua empresa desde o início? E mais: à medida que a sua empresa cresce, não esqueça que pode sempre contar com a gente! As soluções da WK acompanham o desenvolvimento do seu negócio a fim de garantir constantemente os melhores resultados!