Saiba como conquistar bons resultados na gestão da produção industrial

Fazer a administração da produção é uma tarefa natural de qualquer indústria. É preciso esse acompanhamento constante para se certificar de que tudo está sendo fabricado de acordo com os padrões preestabelecidos, procurando otimizar o tempo, diminuir o desperdício e cuidar com a qualidade. No entanto, para conquistar bons resultados na gestão da produção industrial, é preciso buscar o algo a mais. Os gestores têm que implementar práticas que permitam, de fato, que esse gerenciamento seja superior à média do mercado.

Quer dizer, a gestão faz parte da rotina de uma indústria. Porém, executar esse trabalho com o uso de cuidados específicos oferece a oportunidade de impulsionar os resultados. Assim, implantar uma gestão de custos, por exemplo, é um excelente diferencial para ter um melhor controle financeiro das atividades. Com isso, é possível estipular o preço dos produtos com uma margem ideal para manter e desenvolver as operações e, ao mesmo tempo em que a média do mercado é respeitada, garantir a competitividade.

Só para esclarecermos a diferença de quem simplesmente gerencia e quem faz gestão da produção com foco nos resultados: uma administração simples nem considera o aspecto financeiro como um elemento essencial para a produtividade. Ou, se considera, não acompanha as técnicas de gestão de custos para fazer esse controle com mais qualidade e separa cada trabalho por entender que um processo não está associado ao outro.

Uma gestão da produção calibrada para oferecer retornos mais positivos entende que todos os setores da empresa precisam trabalhar em harmonia. A comunicação entre as diferentes áreas é um requisito fundamental para que tudo funcione dentro do planejado. Além disso, essa interação assegura que a resposta aos problemas seja mais ágil e que a identificação de alguma falha, falta ou deficiência ocorra mais imediatamente.

Resultados na gestão da produção industrial dependem de uma visão abrangente

Não existe exatamente uma ordem de importância sobre o que deve ser observado ao fazer a gestão da produção em uma indústria. No entanto, podemos organizar um passo a passo a partir da própria lógica de fabricação. Já falamos da gestão de custos, essencial para garantir todos os recursos, então agora chegou a hora de mencionar o estoque.

Conhecer a real situação dessa área e administrá-la para que possa suprir as necessidades das equipes de manufatura é um cuidado vital para driblar atrasos e improvisos. Da mesma forma, evitar excessos é primordial para não elevar os custos com o armazenamento de itens que não têm saída suficiente para manter em grande quantidade.

Em seguida, a produção, efetivamente, depende de um olhar atento e particular. Contudo, ainda que precise ser acompanhada de perto, é necessário lembrar que a rotina não será eficaz nesta etapa se os outros trabalhos que citamos aqui (custo e estoque) não estiverem bem alinhados.

Então, para ter essa visão global de todos os fatores que impactam na produção, um ERP é a alternativa correta e mais adequada. Ele integra todas as áreas da indústria, fornece informações em tempo real (que, como dissemos, fazem a diferença no resultado final), permite uma compreensão completa do estoque e, como consequência, cria as condições ideais para respeitar os prazos e o uso das matérias-primas, controlar os desperdícios e avaliar o trabalho do chão de fábrica.

O retorno a tudo isso você já imagina, não é mesmo? Se os custos estão controlados, as atividades não sofrem prejuízo, pois haverá reservas financeiras para manter em dia o processo fabril e o estoque. Este último, por sinal, estará em condições suficientes para alimentar a produção, que não passará por atrasos por falta de matéria-prima. Com um software ERP, a qualidade na produção terá o controle ideal para entregar os pedidos na data acordada com o cliente. Com a satisfação garantida na parte final da cadeia de suprimentos, os negócios tendem a aumentar.

E é possível melhorar ainda mais esse cenário! Com a adoção de um sistema de gestão da qualidade e, posteriormente, a conquista de uma certificação ISO, por exemplo, é possível agregar ainda mais valor ao seu produto, o que pode garantir um retorno ainda melhor. Mas lembre-se: um reconhecimento à qualidade só é possível se a gestão da produção estiver funcionando corretamente.

Por isso, se a sua empresa precisa de ajuda nesse desafio, conte com a WK! Nós temos o ERP ideal para o seu trabalho de gestão, especificamente desenvolvido para a realidade da indústria. Se você precisa de mais informações ou se restou alguma dúvida sobre o que falamos aqui, entre em contato conosco ou deixe o seu comentário no espaço abaixo.