Quatro erros na gestão da indústria que comprometem as finanças

Um orçamento mal calculado, um equipamento que não teve a devida manutenção, uma falha no controle de qualidade dos produtos… Você sabia que situações como essas podem estar comprometendo as finanças do seu negócio? Do estoque às vendas, todos os processos precisam caminhar em sintonia para que não haja prejuízos. Mas na busca cotidiana por aumento de produtividade e otimização das tarefas, erros na gestão da indústria podem estar passando despercebidos.

Problemas pontuais, como falhas de comunicação e falta de planejamento ou de acompanhamento de ações implementadas são fatores que prejudicam o desempenho da gestão industrial e, consequentemente, afetam também a gestão financeira da organização.

Você se identificou com alguma das situações? Não se desespere! Elaboramos este artigo justamente para ajuda-lo a corrigir possíveis erros na gestão que estejam sendo danosos à sua indústria.

Mas como identificar os erros na gestão da indústria?

O primeiro passo é identificar o que não tem saído conforme o planejado ou não tem alcançado o resultado esperado mesmo seguindo à risca o programado. Muitas vezes, o problema não está na execução, mas na própria concepção, que não representa a solução mais acertada para o ponto em questão.

Reconhecer as práticas que precisam ser aperfeiçoadas é fundamental, pois somente assim será possível pensar em soluções que ajudem a alcançar os melhores resultados. Sabendo disso, elencamos quatro erros na gestão da indústria que podem estar afetando o desempenho financeiro do seu negócio. Confira!

1 – Cuide com a gestão de estoque

É preciso ter em mente que qualquer produto que faça parte do estoque é sinônimo de dinheiro para a sua empresa. Assim, uma má gestão de estoque acarretará, inevitavelmente, em perdas financeiras.

Já pensou ter que descartar produtos que não foram estocados corretamente? Ou ter que gastar dinheiro comprando materiais que já haviam sido adquiridos, mas não foram encontrados por falta de organização ou contagem incorreta dos itens?

Planejar de forma falha, não se atentar para o tempo de estocagem de cada produto, deixar de acompanhar as entradas e saídas e ter demandas mal calculadas, que resultam em excesso de produtos e falta de organização, são fatores extremamente prejudiciais para o gerenciamento do estoque e, consequentemente, para a gestão financeira da empresa.

Mas duas atitudes podem ajudar a evitar esses erros. A primeira é investir em um bom software de gerenciamento de estoque, um meio mais ágil, preciso e organizado de lidar com todas as informações provenientes deste setor. A segunda é a realização de inventários periódicos, para checar se os itens e suas respectivas quantidades registradas no sistema condizem com o que está presente no local físico.

2 – Não subestime a manutenção

Investir em manutenção é sinônimo de redução de custos e segurança. Problemas técnicos inesperados costumam gerar transtornos e gastos que não estavam previstos, pois, além das máquinas paradas comprometerem toda a cadeia produtiva, as manutenções emergenciais tendem a gerar custos mais altos que as preventivas.

Há também o risco de acidentes de trabalho causados por peças desgastadas, por exemplo, que não foram devidamente substituídas quando era necessário.

Diante disso, dar a devida atenção à manutenção dos equipamentos da sua indústria é também uma estratégia de otimização da gestão dos recursos financeiros. A negligência pode acabar resultando em despesas significativas à empresa, como processos trabalhistas e indenizações, perda de vendas e clientes em função de atrasos na entrega dos produtos ou, ainda, altos custos com máquinas novas que poderiam ter sua vida útil estendida se tivessem recebido uma boa manutenção.

3 – Fique atento ao controle de qualidade

Oferecer produtos de qualidade, que satisfaçam as necessidades dos clientes, é tarefa primordial de qualquer empresa — e é o mínimo que os consumidores esperam. Mas a importância dessa qualidade vai muito além, pois impacta diretamente na parte financeira da indústria. Produtos que não atendam aos requisitos mínimos de qualidade, por exemplo, são descartados, o que significa dinheiro jogado fora.

Por isso, atentar para o controle de qualidade é um modo de evitar perdas financeiras para o seu negócio. Pense em quanto sua organização tem trabalhado para aperfeiçoar os processos e o que mais pode ser feito. E então, para assegurar que os padrões de qualidade sejam cumpridos, mantenha um planejamento correto das demandas, evite sobrecarga de trabalho, tenha um local adequado de armazenamento, entre outras ações que assegurem que o produto oferecido proporcione a melhor experiência para o seu cliente.

4 – Cuide com os furos no orçamento

Errar na hora de planejar o orçamento também pode trazer prejuízos significativos à empresa. Se uma indústria produtora de chocolate orçar uma quantidade de cacau menor que a necessária, por exemplo, certamente atrasará toda a produção que depende daquele ingrediente.

Além de comprometer as vendas, a indústria também aumentará os gastos com a produção, pois compras emergenciais costumam gerar custos mais altos. Por isso, é necessário atenção e planejamento. Furos no orçamento resultam em atrasos na entrega, prejuízo à credibilidade e, em últimos casos, até mesmo na perda de um cliente.

Bom, deu para perceber que estes quatro erros relacionam-se a áreas que são importantes pilares de uma indústria, você concorda? Então, é realmente preciso fugir desses erros para garantir uma gestão segura, que maximize resultados e minimize riscos. Para isso, você pode contar com a WK. Nosso sistema ERP Industrial permite gerenciar e integrar operações desde os setores de vendas e produção até a controladoria, seja qual for o porte ou o tipo do seu negócio.

Você pode conhecer melhor a solução e descobrir por que ela é essencial para quem busca excelência em gestão empresarial clicando aqui. E para conhecer ainda outras atitudes que prejudicam os resultados de uma indústria e geram mais despesas para o negócio, faça download gratuito do nosso e-book! No material, você vai descobrir como evitar esses erros e qualificar toda a sua equipe para acertar de vez no relacionamento com o mercado:

Se ficar com alguma dúvida ou quiser continuar a conversa, deixe um comentário no espaço abaixo!