Paixão e organização do carnaval inspiram Convenção de Canais da WK Sistemas

A WK Sistemas, desenvolvedora de soluções para gestão empresarial e líder em sistemas contábeis e fiscais, adota o tema Carnaval na Convenção Nacional de Canais 2012, que acontece entre os dias 24 e 27 de fevereiro, no Plaza Itapema Resort, em Itapema, Santa Catarina. Cerca de 180 pessoas são esperadas para o evento que reunirá profissionais ligados aos 60 canais que a WK mantém em todo território nacional.

A Convenção Nacional de Canais WK 2012 apresentará o Conecte.WK, um programa avançado de atendimento nas áreas de suporte e serviços que ampara todo o processo de relacionamento entre clientes, canais e produtora WK e utiliza uma base de conhecimento para agilizar as soluções junto aos clientes. “Em 2011 criamos o WK Agile , adotando a metodologia Scrum como base para a formatação da nova cultura de gestão de projetos, em substituição ao XP – Extreme Programming. Agora damos sequência a essa reformulação com uma nova metodologia também para o atendimento a clientes e canais”, destaca Estanislau Mário Balzan, diretor de Marketing da WK.

ESCOLA DE SAMBA COMO PARADIGMA CORPORATIVO
A exemplo de grandes grupos empresariais nacionais e multinacionais, a Convenção da WK Sistemas terá uma palestra do Mestre Adamastor, mestre de bateria do carnaval paulista, que se notabilizou por levar ao mundo corporativo as noções do complexo sistema de planejamento, organização e gestão de uma escola de samba, tendo como clientes empresas como Ambev, Itaú, Bradesco, Bayer, Honda e Sony.

De acordo com Balzan, a opção pelo tema carnavalesco se deu em função das similaridades encontradas nos desafios do mundo empresarial. “Escolas de samba são movidas a paixão, dedicação, planejamento, criatividade e emoção. São características essenciais para uma empresa competir nos dias de hoje, em que o comprometimento e o trabalho em equipe exercem importância cada vez maior”.

A palestra corporativa do Mestre Adamastor envolve a participação de 20 integrantes de uma escola de samba. Os convencionais participam em tempo real da formação de uma escola, acompanhando todas as fases de planejamento, em exercícios que traçam uma analogia com a realidade corporativa.