Novo cronograma do eSocial

Algumas entidades representativas do empresariado, tais como FENACON que representa, entre outros as empresas contábeis, consultorias de implementação, etc., e a Fenainfo, que representa as empresas de TI, entraram com uma representatividade pleiteando o novo cronograma, em função dos atrasos do Consórcio e-Social, e principalmente da complexidade das informações solicitados num novo padrão.

Entendido o movimento, tem-se como novo cronograma do eSocial:

Usando uma nova metodologia baseada na contagem de prazo a partir da publicação da documentação definitiva do projeto:
 
Publicação do pacote de manuais do eSocial: Manual de Orientação do eSocial versão 1.2 (MOS), Controle de alterações e Manual de especificação técnica do XML versão 1.0.

Previsão: Em breve (maio ou junho/2014).

6 meses após a publicação da versão 1.2 do MOS – Disponibilização do ambiente de testes contendo Eventos Iniciais e Eventos não periódicos – Janeiro/2015.

6 meses após da disponibilização do ambiente de testes – Obrigatoriedade para empresas grandes e médias (com faturamento anual superior à R$ 3.600.000,00 no ano de 2014) – Julho/2015.
 

Fonte: SPED Brasil.

SOLUÇÕES WK
A Solução WK para o eSocial é contemplada em um único módulo, eliminando a necessidade da empresa ter que investir em aquisição, implantação, treinamentos e contratos em vários sistemas ou serviços para atender por completo o eSocial. A Solução WK, através do Radar Folha, abrange desde a pagadoria até medicina e segurança, jurídico, terceiros, entre outros, contemplando as necessidades de informações de todos os blocos e campos dos arquivos magnéticos do eSocial.

A WK Sistemas alerta que, apesar do novo cronograma do eSocial, é muito importante que as empresas continuem com suas ações envolvendo treinamento/capacitação e, principalmente, revisão de seus processos. “Os novos prazos não devem passar, de maneira alguma, a ideia de descanso ou de que agora as empresas possuem tempo de sobra para colocar seus processos e informações em ordem. Ao contrário disso, os novos prazos são uma oportunidade para intensificar as ações em torno do eSocial para que tudo esteja o mais correto possível e as empresas tenham o mínimo de transtornos na implantação total e efetiva do projeto“, lembra Raquel Mueller, analista de soluções para o eSocial.