Notas explicativas são obrigatórias?

As Notas Explicativas contêm informação adicional em relação à apresentada nas demonstrações contábeis, oferecendo descrições narrativas ou segregações e aberturas de itens divulgados nessas demonstrações e informação acerca de itens que não se enquadram nos critérios de reconhecimento nas demonstrações contábeis. 
 
As Notas Explicativas são necessárias e úteis para melhor entendimento e análise das demonstrações contábeis, aplicáveis em todos os casos que forem pertinentes. 
 
A Resolução CFC 1.185/2009 – NBC TG 26, que trata da apresentação das demonstrações, faz menção a forma de como se fazer e estruturar as referidas Notas Explicativas. 
 
Com relação à obrigatoriedade legal da feitura das Notas Explicativas, destaque-se o § 4° do artigo 176 da Lei 6.404/76: 
§ 4º As demonstrações serão complementadas por notas explicativas e outros quadros analíticos ou demonstrações contábeis necessários para esclarecimento da situação patrimonial e dos resultados do exercício. 
 
Os dispositivos supra mencionados aplicam-se as sociedades anônimas regidas pela Lei 6.404/76 e por extensão aplicada as demais sociedades. Observe-se que não há citação de regime de tributação, portanto mesmo as entidades tributadas com base na sistemática do Simples Nacional estão obrigadas a elaboração das ditas notas. 
A Resolução CFC 1.255/2009, que aprovou a NBC TG 1000 – Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas. No item 3.17 da referida NBC, tem-se a lista do conjunto completo das Demonstrações Contábeis que as referidas entidades devem elaborar, no qual está contemplada na letra “f” a inclusão das Notas Explicativas. 
Desta forma, com base nos textos normativos mencionados, podemos afirmar que as Demonstrações Contábeis devem ser complementadas por Notas Explicativas, que passam a ser de elaboração obrigatória para todas as entidades, independentemente de porte, atividade ou forma de tributação.
Fonte: Blog Guia Contábil.

SOLUÇÕES WK

Na grande maioria das vezes, as Notas Explicativas são elaboradas somente após os fechamentos contábeis, tornando sua elaboração passível de esquecimentos, isso porque o fechamento contábil pode ser mensal, trimestral ou anual e os lançamentos contábeis ocorrem diariamente.
 
Para que isso não ocorra, o Radar Contábil permite vincular, na própria tela de lançamentos contábeis, uma nota explicativa a um determinado lançamento. Desta forma, ao fazer o lançamento, o contador já poderá deixar registradas as informações pertinentes ao próprio lançamento, tornando o processo de elaboração das Demonstrações Contábeis, e mais precisamente das Notas Explicativas, muito mais ágil.