Fique atento ao Protocolo de Autorização de Uso do DANFE

Desde 1º de setembro de 2009, com a entrada em vigor do novo manual do contribuinte, o DANFE dispõe de novos campos e informações. Uma das principais alterações é a inclusão dos campos para o protocolo de autorização.
 
Segundo informações do Fisco, muitas empresas estavam emitindo o DANFE antes da NF-e ter sua autorização de uso realizada. Com isto, muitas empresas estavam recebendo DANFEs e, ao realizar a consulta obrigatória, constatavam a inexistência da NF-e no banco de dados da Receita.
 
Para inibir esta prática ilícita, a Receita criou o "Protocolo de Autorização de Uso". Assim, ao autorizar a emissão da NF-e, a Receita disponibiliza um protocolo que deve ser impresso no DANFE a que se refere a NF-e.
 
O Radar NF-e atende totalmente estas novas exigências. No entanto, é aconselhável ficar atento quanto aos DANFEs recebidos, uma vez que estes devem possuir obrigatoriamente seus devidos protocolos de autorização.