eSocial: fase atual exige auditoria de informações

A implantação do eSocial requer comprometimento das empresas e uma verdadeira “força tarefa” no sentido de capacitar seus colaboradores, avaliar a necessidade de novas contratações e analisar as relações de trabalho entre os setores da empresa.
 
Em função da complexidade da legislação brasileira e da quantidade de obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias, o projeto exige, também, comprometimento das diversas áreas da empresa que terão as suas rotinas de trabalho totalmente modificadas.
 
Dentre os inúmeros aspectos a serem atendidos, torna-se importante observar 3 detalhes que podem determinar o sucesso do projeto na empresa:

  • Envolvimento da alta administração: presidente, diretores e gerentes precisam, antes de tudo, entender e acreditar no eSocial, defendendo-o perante os colaboradores.
     
  • Atribuição de responsabilidades: colaboradores precisam saber exatamente quais são as suas responsabilidades no projeto.
  • Disseminação de informações: informações sobre o eSocial precisam circular entre todas as áreas da empresa de forma que todos estejam por dentro do projeto. O eSocial não é um projeto exclusivo da área de Recursos Humanos e, justamente por este motivo é imprescindível que todas as áreas da empresa (contábil, financeiro, fiscal, tecnologia, etc) estejam envolvidas.

FASE ATUAL
A fase atual é de levantamento das informações da empresa e de cada trabalhador, seja este permanente ou sem vinculo de trabalho. A hora, portanto, é de uma completa auditoria interna para atualização das informações dos trabalhadores em seus softwares de folha de pagamento.
 
“As empresas precisam auditar suas informações, lembrando que cada colaborador tem o compromisso de informar a empresa sobre quaisquer mudanças em seus cadastros. Trata-se de um trabalho em conjunto, que exige foco, planejamento e muita responsabilidade”, lembra Raquel Corrêa Nunes Mueller, Analista de Negócios da WK Sistemas.

Clique aqui e sabia mais sobre as Soluções WK para o eSocial.