Empréstimo ou financiamento: qual é a melhor escolha para sua empresa?

Empréstimo ou financiamento? Tanto faz, pois significam a mesma coisa e, no fim das contas, o impacto que cada um deles terá nas finanças de uma empresa é o mesmo, certo? Errado! Apesar de muitos empreendedores acreditarem que não há diferenças significativas entre realizar um empréstimo e fazer um financiamento, ao recorrer a uma linha de crédito deve-se levar em conta o seu objetivo e o que cada uma delas oferece para que você consiga realizá-lo.

Diante disso, é necessário pensar em alguns questionamentos antes de escolher a opção mais adequada para a sua necessidade. Pergunte-se onde esse recurso será aplicado, de quanto você exatamente irá precisar e como você vai conseguir pagar essa dívida.

Refletir sobre essas questões é extremamente importante, uma vez que é preciso compreender exatamente a diferença entre realizar um empréstimo e um financiamento e ter em mente a finalidade de cada um deles.

Por mais que não seja uma regra, é mais comum que o empréstimo seja solicitado para resolver questões imediatas, como o pagamento de uma dívida. No caso do financiamento, é indicado que se recorra a ele quando a intenção é investir em bens mais específicos, como um imóvel ou um veículo.

Neste artigo buscamos elucidar essa questão para ajudá-lo a tomar a melhor decisão para o seu negócio, evitando arrependimentos. Para isso, discutiremos algumas diferenças pontuais que farão toda a diferença na hora de você escolher a qual deles irá recorrer. Acompanhe!

Empréstimo

Uma das principais características desse tipo de operação é a ausência da obrigação de informar à empresa fornecedora do empréstimo como você pretende utilizar o dinheiro. Em função disso, no entanto, a liberação de crédito tende a ser mais rápida, sendo submetido apenas a uma análise e, mediante aprovação, o valor é liberado.

Além disso, também não é preciso apresentar, obrigatoriamente, garantias ao solicitar um empréstimo. Com isso, os juros tendem a ser mais elevados em relação ao financiamento, já que é a instituição financeira quem irá arcar com o prejuízo em caso de inadimplência.

Como as taxas diferem de uma instituição financeira para outra, é preciso pesquisar qual delas oferece a proposta mais vantajosa dentro do contexto do seu negócio. As empresas que oferecem esse serviço geralmente contam com simuladores nos quais é possível calcular a taxa de juros de acordo com o valor solicitado para empréstimo.

Financiamento

Por ser utilizado principalmente quando o objetivo é obter quantias mais altas, o financiamento apresenta regras mais rígidas. Diferentemente do empréstimo, ele será realizado mediante uma garantia de crédito, geralmente uma hipoteca – quando um imóvel é utilizado como garantia para assegurar o pagamento da dívida – ou uma alienação fiduciária – quando o próprio bem financiado é transferido ao credor como garantia de que a quantia será integralmente paga.

Além de uma análise de crédito mais rigorosa, o procedimento para realizar um financiamento é mais burocrático. Entretanto, esta opção também oferece juros menores e prazos mais longos para o pagamento.

Outro ponto divergente do empréstimo é que, ao solicitar um financiamento, você deverá informar como esse dinheiro será utilizado e seu objetivo precisará preencher determinados requisitos. Cada instituição financeira mantém seus próprios critérios de aprovação, podendo diferir de uma para outra.

Empréstimo ou financiamento: nem um, nem outro

Muitas vezes, o problema que acabou despertando a necessidade de recorrer a empréstimo ou financiamento pode ser resolvido internamente por meio de uma boa gestão financeira. Por isso, é importante que a situação seja muito bem avaliada antes de decidir qual linha de crédito será adotada se realmente houver essa necessidade.

Independentemente da escolha, empréstimo ou financiamento, é fundamental que esta decisão seja tomada a partir de um planejamento financeiro para que, posteriormente, não haja dor de cabeça com o acúmulo de dívidas.

Conte com a tecnologia para manter tudo sob controle

Manter o controle sobre suas finanças é fundamental para que tudo siga funcionando corretamente. Por isso a importância de investir em um sistema que integre todos os dados, como é o caso do ERP Radar Empresarial, que pode se transformar em um grande aliado da sua gestão financeira.

Com uma solução assim, sua empresa é capaz de maximizar o lucro líquido, bem como obter acesso a informações confiáveis para apoio ao planejamento estratégico empresarial. Tudo isso porque o software integra processos de vendas, cobranças, recebimentos, orçamentos, compras, pagamentos, bancos, conciliações, gestão por centro de resultados e fluxo de caixa. O ERP permite, inclusive, que sejam feitas simulações de negociações de títulos para que tomadas de decisões sejam realizadas com facilidade e alto grau de assertividade.

Quer dizer: precisa de empréstimo ou financiamento? Avalie todas as informações com segurança e decida o melhor caminho para o seu negócio decolar! E nesse processo, conte com a WK!