DIRF 2014

A Instrução Normativa RFB nº 1.406, de 24 de outubro de 2013, aprovou a utilização do Programa Gerador da Declaração do Imposto sobre Renda Retido na Fonte de 2014, para apresentação das informações relativas ao ano-calendário de 2013.

O que é a DiIRF?

A Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte – DIRF é a declaração feita pela FONTE PAGADORA, com o objetivo de informar à Secretaria da Receita Federal do Brasil:

  • Os rendimentos pagos a pessoas físicas domiciliadas no País;
  • O valor do imposto sobre a renda e contribuições retidos na fonte, dos rendimentos pagos ou creditados para seus beneficiários;
  • O pagamento, crédito, entrega, emprego ou remessa a residentes ou domiciliados no exterior;
  • Os pagamentos a plano de assistência à saúde – coletivo empresarial.

As pessoas obrigadas a apresentar a Dirf, conforme o disposto nos arts. 2º a 4º, da IN 1.406, deverão informar todos os beneficiários de rendimentos:

  • do trabalho assalariado, quando o valor pago durante o ano-calendário for igual ou superior a R$ 25.661,70 (vinte e cinco mil, seiscentos e sessenta e um reais e setenta centavos);
  • do trabalho sem vínculo empregatício, de aluguéis e de royalties, acima de R$ 6.000,00 (seis mil reais), pagos durante o ano calendário, ainda que não tenham sofrido retenção do imposto sobre a renda;

Dirf 2014, relativa ao ano-calendário de 2013, deverá ser apresentada até às 23h59min59s, horário de Brasília, de 28 de fevereiro de 2014.

Fonte: www.receita.fazenda.gov.br.

O Radar Folha está liberando as adequações que contemplará as implementações que atenderão a DIRF 2014 na versão 5.23.0 do ERP Radar Empresarial.