Conheça o MRP e confira um novo recurso para melhorar a produção

O trabalho de gestão da produção e do estoque tem um papel crucial no desenvolvimento da indústria, afinal, o desempenho dele está ligado diretamente aos resultados. Além disso, uma produção bem gerida e um controle adequado de estoque garantem produtividade, cumprimento dos prazos, agilidade nos processos e redução de contratempos. Reconhecendo isso é que existem conceitos como o de MRP, um sistema de cálculo que avalia as necessidades de componentes em função da demanda. Nós até já o apresentamos por aqui, você lembra?

A sigla corresponde às iniciais em inglês para Planejamento das Necessidades Materiais. Trata-se de uma metodologia utilizada para avaliar as demandas (pedidos e outras necessidades do próprio processo produtivo) e, assim, garantir as quantidades corretas dos insumos necessários para que todos os processos possam ser realizados em tempo hábil, ou seja, respeitando os prazos estipulados.

As tarefas relacionadas ao MRP podem ser executadas no próprio ERP da empresa. Nesse contexto, a visão global do funcionamento dos setores fica ainda mais completa, uma vez que se tem nessa mesma plataforma o complemento das informações referentes à área industrial.

Como a indústria precisa evoluir para garantir mais qualificação em todos os processos e resultados, há a constante necessidade de desenvolver e aplicar novas metodologias e ferramentas. Nesse sentido, um planejamento da produção mais eficiente pode contribuir na conquista dessa árdua tarefa imposta pelos dias atuais.

Em outra oportunidade, falamos aqui sobre como funciona a ordem de produção. Em síntese, ela lista as matérias-primas, as etapas do processo fabril, a quantidade a ser produzida, o prazo de entrega e os horários de início e término de cada trabalho, a fim de concluir a realização do produto.

Conhecendo esses conceitos e necessidades das organizações, em especial àquelas da área industrial, a WK Sistemas disponibiliza em seu ERP um conjunto de rotinas que vão ao encontro da redução de custos, diminuição de desperdícios, maior controle de estoques, melhoria no ritmo de produção e otimização dos prazos por meio do uso eficiente dos recursos disponíveis na organização. Dentre essas rotinas temos a programação da produção.

Com ela é possível relacionar todos os processos a serem executados durante a realização da produção com os recursos (máquinas e/ou pessoas). Para isso são consideradas diversas informações, como a carga alocada dos recursos, os horários disponíveis conforme escalas de trabalho, a habilitação do recurso em realizar a produção de determinada tarefa, entre outras. Por meio do relacionamento de dependências entre processos, consegue-se, inclusive, gerenciar a produção dos componentes necessários ao produto final, de forma a garantir os momentos corretos em que cada etapa pode ser iniciada.

Por meio de seu ambiente gráfico, que divide os tempos em células cujas escalas podem variar entre cinco minutos e uma hora, torna-se simples a tarefa de identificar ociosidades e gargalos na produção. Com base nisso há a possibilidade de reorganizar a alocação dos recursos a fim de obter melhores resultados.

Todas essas facilidades, como falamos, podem ser encontradas no ERP Radar Empresarial, uma solução da WK para administrar com mais qualidade as demandas da sua indústria e organizar a produção de forma a obter mais eficácia.

Se você quiser entender melhor como o sistema funciona e de que maneira todas essas funções e conceitos podem fazer a diferença nos seus processos produtivos, entre em contato com a gente! Estamos abertos aos seus comentários para, juntos, iniciarmos uma parceria de muito sucesso e resultados positivos.